retrofit + interiores

SANTÉ GASTRONOMIA

ATELIER GASTRONÔMICO

criar projetos que têm tudo a ver com aquilo que a gente acredita, dá aquele quentinho bom no coração ♡ e foi assim com o Santé Gastronomia. a chef se mudou de cidade e decidiu investir no que acreditava: criar um atelier gastronômico, ou seja, um cantinho acolhedor, com muito amor & sabor para serem compartilhados, poesia para ser degustada e naturalidade para ser vivida! 
num contexto de adaptação a uma vida nova, com recursos limitados, o casal sabia que não podia errar. a gente ama quando o cliente já chega sabendo que projeto não é custo, é investimento - e é aí que a arquitetura sustentável entra: reunindo alternativas de baixo impacto ambiental adequadas à realidade de cada um! na caso do Santé Gastronomia, optamos por reaproveitar diversos materiais e objetos, buscando alternativas às demandas que eram necessárias.
para marcar a entrada principal do salão, o pergolado que criamos foi executado com antigos dormentes de madeira (peças originalmente utilizadas nas vias férreas, onde os trilhos eram fixados) - e que ainda terão uma vida toda pela frente, mesmo expostos ao sol -; e o piso com pedra basalto, também conhecida como pedra portuguesa - a mesma pedra que vemos nas icônicas calçadas de Ipanema e Copacabana. a durabilidade dos materiais naturais é um ponto chave na concepção sustentável: um material com extensa vida útil elimina o descarte e a substituição frequentes, e com isso, o consumo de mais recursos. no entanto, é preciso estar atento à origem, produção e extração daquele material.
os tijolos maciços foram uma surpresa - a textura e o tom terracota já estava na composição inicial, mas apenas no acabamento da lareira. quando descobrimos que a parede era de tijolo maciço, criamos um rasgo de fora a fora do salão, deixando sua materialidade ainda mais presente. os tijolos expondo a própria construção contrastam com os tons naturais das paredes inspirados nas cores dos alimentos - o escolhido foi o roxo-açaí - e os diversos tons de verde.
na escolha do mobiliário, conseguimos reutilizar todas as peças do acervo do casal, deixando uma atmosfera rústica e vintage no salão e trazendo um pouco mais da história e essência pessoal dos proprietários para esse novo local.
além disso, as luminárias foram feitas à mão pelo casal, a partir do vidro reutilizado da própria cozinha, criando uma iluminação suave e com clima aconchegante. um exemplo prático do conceito de upcicle - já falamos sobre isso no nosso blog, confere aqui :)
na área externa, por onde se dá o acesso ao salão e ao atelier, seguimos o propósito de produção sustentável, utilizando os famosos pallets na posição vertical, compondo o plano de fundo para o paisagismo do jardim.
o resultado de tudo foi um ambiente livre, arejado e integrado, interligando a cozinha-atelier ao salão e o salão ao jardim. como um todo, o espaço se conecta à natureza, assim como ao propósito do negócio, que faz jus à expressão popular "entre e sinta-se em casa".

parceria com gabriela savi e marília savi

atibaia / sp

2016

confere como estava #antes:
e olha como ficou #depois:

COPA

estúdio de arquitetura sustentável

2020