ETAPAS DE UM PROJETO DE ARQUITETURA: para transformar o #antes em #depois

Se você já contratou um arquiteto, com certeza já ouviu falar nessas etapas. No entanto, alguns clientes já relataram que não se sentem familiarizados com os termos técnicos, e a ansiedade é tão grande com relação resultado final, que muitas vezes se sentem perdidos ao longo do processo. Então, esse post está aqui para te ajudar! Na estréia da série traduzindo o #arquiteturês, descrevemos o que acontece em cada etapa para que fique mais fácil de acompanhar o desenvolvimento do seu projeto :)


O Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) descreve essas etapas e o que deve ser entregue para o cliente no roteiro para desenvolvimento do projeto de arquitetura. Nesse post vamos explicar aqui como desenvolvemos os projetos aqui na COPA. Já falamos sobre isso no nosso instagram, depois passa lá pra ver :)


Start: Programa de Necessidades + Levantamento


Todo projeto de arquitetura inicia com pelo menos duas coisas: um programa de necessidades e um levantamento.


O #programadenecessidades é o famoso briefing e deve conter todas as diretrizes projetuais do cliente, desde as intenções mais abstratas - “quero um espaço descontraído” - até as mais objetivas - “meu orçamento é restrito, não posso errar”. Quanto mais claras as intenções estiverem, mais perto de um bom resultado conseguiremos chegar.



E o #levantamento é a medição do espaço existente, que será a base de todo o trabalho e é essencial para evitarmos possíveis imprevistos (como prever a demolição de uma parede cheia de pilares, por exemplo!). No caso de reformas, nessa etapa vamos ao local da obra para levantamos todas as dimensões gerais - terreno, áreas e pé direito, tamanho e localização das esquadrias, etc - e também as mais específicas - pontos de água, esgoto, tomadas, quadros de luz, condicionamento de ar etc -, registrando e documentando tudo.



Tem também um terceiro “ingrediente” nessa receita: as referências do cliente. Sim, aqui na COPA o cliente é convidado a participar ativamente do desenvolvimento do projeto e tem até lição de casa - compartilhar aquela pastinha do Pinterest com 39582 imagens as referências nos ajudam a entender quais são as intenções estéticas e sensoriais a serem trabalhadas no espaço, gostos, afinidades e inspirações - como costumo dizer, aqui é onde moram os sonhos!

Só então começa a parte divertida: a criação! Basicamente juntamos essas três coisas com as nossas próprias referências, vivências, sensações, intenções e (por que não?) invenções e... temos um “depois”? Não! Temos um Estudo Preliminar, que é apenas a primeira etapa do desenvolvimento do projeto.


A primeira entrega: Estudo Preliminar


O #EstudoPreliminar é a nossa primeira resposta ao programa de necessidades e como ela foi articulada no espaço-base do levantamento.


Nessa etapa, nós estudamos as legislações vigentes aplicáveis - elas mostram quais são as restrições que temos que obedecer e exatamente por isso nos fazem criar soluções mais criativas. Depois, mapeamos as atividades a serem executadas, estudamos os fluxos de conexão e sugerimos um #layout. O layout é a organização espacial de tudo o que foi pensado para resolver as demandas do programa - percebem como ele é importante? É o seu programa que vai fazer o seu projeto ser único, exclusivo e personalizado.


Além das interpretações técnicas, temos também as primeiras sugestões estéticas e sensoriais para o projeto. No Estudo, costumamos buscar entender a essência do cliente através das suas referências (lembra da lição de casa?) e das conversas realizadas nas reuniões de definição do programa.


Essa parte é mais difícil de explicar porque é mais subjetiva, envolve sensibilidade em ouvir e entender o que o cliente está verbalizando e o que ele realmente quer e precisa. Ouvidos abertos, sensibilidade ligada e muita atenção aos detalhes.




Lembrando que, como o nome já diz, tudo o que é apresentado nessa etapa é apenas um estudo. E também faz parte desse estudo que o cliente receba o material apresentado e tenha tempo para assimilar aquilo que foi proposto - muitas vezes a transformação é grande já nessa etapa :)



Depois do feedback, a segunda entrega: Anteprojeto


O #Anteprojeto é a etapa de refinamento do Estudo, e começa com o feedback do cliente ao material apresentado no EP - mais uma lição de casa!


Todas as observações a respeito do projeto apresentado são consideradas, desde dúvidas gerais - “preciso mesmo desse banheiro PNE tão grande?” - até as específicas - “como funciona essa sanca?” - incluindo, claro, as insatisfações - “não gosto dessa cor, lembro um lugar que visitei e não me senti bem”. Essa é a hora que absorvemos o feedback do cliente e apresentamos uma nova proposta. Quanto mais pontuais forem as observações, mais precisa será a revisão do projeto.


Assim, na entrega do Anteprojeto, podemos refinar ainda mais as ideias, definindo alguns materiais. Nessa nova proposta, discutimos as sugestões olhando catálogos e visitando lojas, fazendo o que chamamos de “ver com a mão”. Dessa forma o projeto vai se materializando e fica muito mais fácil para o cliente entender do que estamos falando. Aqui na COPA essa etapa vem acompanhada da Planilha de Especificações, com cotações preliminares para começarmos a checar se as opções apresentadas cabem no bolso.


Costumo dizer que o papel aceita tudo, e o projeto serve exatamente para isso: testar as possibilidades até chegarmos em um resultado coerente, funcional e eficiente, que responda às demandas do programa da melhor maneira possível. Durante todo o processo, teremos que abrir mão de alguns pontos (por questões técnicas, orçamentárias, etc) e outros serão fortalecidos, pois o cliente amadurece as próprias intenções, revê prioridades e elimina o que é desnecessário. Pouco a pouco, vamos delineando um projeto concreto, com a certeza de que o que será executado é aquilo que realmente queremos.

Falando em executar, ficou fácil saber qual é a próxima etapa, né?


Projeto Executivo e #partiuobra


Depois do Estudo Preliminar, Anteprojeto e suas revisões, visitas à loja, testes e mais testes, chegamos ao “depois”? Sim e não! Sim porque já temos um projeto 100% definido, fechado, sem mais nenhuma alteração pendente e com um cliente satisfeito com o resultado alcançado. E não pois ainda temos uma obra toda pela frente!



Antes de ir para a obra, temos uma etapa super importante a cumprir, o #ProjetoExecutivo. Essa é a etapa mais técnica de todas, onde assumimos a função de gerente/coordenador e desenvolvemos um material que conversa com todos os profissionais envolvidos na execução do projeto.


O Anteprojeto aprovado é encaminhado para a equipe de #engenharia desenvolver os projetos complementares, caso seja necessário. Eles farão o dimensionamento dos sistemas para garantir que tudo funcione perfeitamente, dentro das normas e sem perdas ou sobrecargas desnecessárias. Os projetos complementares voltam para nós fazermos a compatibilização no projeto arquitetônico.


Então, começamos o Projeto Executivo: a planta de alvenarias explica pro pedreiro quais paredes serão demolidas e quais serão construídas, onde estão as novas portas e janelas. A planta de pontos elétricos explica pro eletricista onde estarão as novas tomadas, interruptores e pontos de iluminação. A planta de acabamentos explica pro azulejista qual revestimento será colocado em cada parede, e assim por diante.


Além da parte de obra (ou civil, como chamamos), temos o executivo de marcenaria e marmoraria, a planta de mobiliário solto e ainda extraímos os quantitativos de materiais necessários e especificamos item a item os acabamentos utilizados na planilha de especificações.



Agora sim temos um Projeto Executivo completo, que contém todas as informações técnicas para a sua obra ficar igualzinha ao que definimos em projeto.


Daqui para frente, é mãos à obra e rumo ao #antesedepois :) Vamos juntas?




Com carinho,

L.

COPA

estúdio de arquitetura sustentável

2020